#MyGameMyName: A campanha em defesa das mulheres nos jogos

Como todos sabem, hoje em dia as mulheres andam dominando diversas áreas que antigamente era denominada “dos homens”. Com isso, surgiu o preconceito. Infelizmente muitas mulheres sofrem diversos tipos de ações, em todos os lugares do mundo justamente por serem mulheres e saberem fazer algo tão bem ou até mesmo melhor que um homem.

Um dos cenários atuais onde mais vejo esse tipo de preconceito ainda resistir, é o mundo dos games. Não é difícil de se ouvir por aí que mulheres não sabem jogar, vídeo-games e jogos são coisas de menino. Muitas vezes nós mulheres sofremos assédio verbal por isso, isso quando não são agressões verbais. É por isso que o #MyGameMyName surgiu!

O #MyGameMyName é um movimento criado para acabar com o assédio e preconceito on-line com as mulheres no mundo dos games. O nome do movimento em tradução literal é “Meu jogo, Meu nome“, que vem da ideia de que muitas mulheres se escondem atrás de nicknames, usuários e nomes masculinos para que não passem por situações constrangedoras.

No site oficial do movimento, é possível ver vídeos onde youtubers testaram jogar com nomes femininos e relatos de gamers mulheres sobre o assédio online. Além disso você também encontra links oficiais do #MyGameMyName para ficar por dentro de tudo.

Nós já abraçamos a causa e vocês? Junte-se a nós nas redes sociais e vamos mostrar que juntas nós temos força! #MyGameMyName

Rayllen Souza, 20 anos, formada em Tradução e Interpretação, mas que adora passar seu tempo com games e animes. Amante da cultura pop e da onda Hallyu, é uma das idealizadoras e fundadoras do projeto Ladies' Room.

Deixe uma resposta

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.