Mulheres de Hollywood mostram plano de ação contra assédio

timesup.png

Segundo o New York Times, cerca de 300 mulheres que trabalham em Hollywood, atrizes, diretoras, roteiristas e produtoras, formaram um projeto para lutar contra o assédio dentro de Hollywood, em áreas de trabalho manul, mecânica, construção e etc. O projeto é chamado Time’s Up, ‘O tempo acabou‘ em tradução livre.

O movimento foi anunciado nesta segunda-feira (1), em carta aberta e conta com algumas ações: 

  • Fundo de defesa legal, apoiado por doações de 13 milhões de dólares para ajudar mulheres menos privilegiadas — como zeladoras, enfermeiras, mulheres que trabalham em fazendas e fábricas, restaurantes e hotéis — se protegerem contra má conduta sexual e as consequências das denuncias.
  • Legislação para penalizar companhias que toleram o assédio constante e para desencorajar o uso de acordos não divulgados para silenciar as vitimas.
  • Um movimento para alcançar igualdade em estúdios e agências de talento que já começaram a avançar.
  • E um pedido para que as mulheres no tapete vermelho do Globo de Ouro falem e usem preto como forma de conscientização.

“A luta das mulheres para quebrarem o silêncio e se erguerem para simplesmente serem ouvidas e reconhecerem que a dominação masculina em ambientes de trabalho precisa acabar; acabou desse monopólio impenetrável acabou.”, está escrito na carta.

“É muito difícil para nós falarmos com rigor sobre o resto se não arrumarmos nossa própria casa.”, falou Shonda Rhimes, produtora executiva da série televisiva “Grey’s Anatomy”, “Scandal” e “How to Get Away With Murder”. 

“Se esse grupo de mulheres não conseguirem lutar por um modelo para outras mulheres que não têm tanto poder e privilégio, quem vai?”, continuou Shonda Rhimes.

“Esse é um momento de solidariedade não um momento de moda,” Eva Longoria disse. “Por anos nós vendemos essas premiações enquanto mulheres, com nossas cores e vestidos, nossos belos rostos e glamour. Dessa vez, a industria não pode esperar que nós vamos lá desfilar. Este momento não é sobre isso”. Eva Longoria disse ao New York Times. 

News3.png

Algumas das mulheres que estabeleceram o Time’s Up, no sentido horário, da parte superior esquerda: As atrizes, America Ferrera e Eva Longoria; a advogada Nina L. Shaw; A atriz Reese Witherspoon; a produtora Shonda Rhimes; e a advogada Tina Tchen.

“Fomos distanciadas uma da outra”, Reese Witherspoon disse, “Estamos finalmente ouvindo umas às outras, e vendo umas às outras, e agora dando os braços em solidariedade uma com a outra, e em solidariedade com todas as mulheres que não se sentem vistas, para finalmente sermos ouvida.”, terminou Witherspoon em entrevista à New York Times

Após o lançamento do movimento, vários artistas mostraram apoio nas redes sociais, como Bryce Dallas HowardJessica BielTessa ThompsonUzo AdubaAva DuVernayBrie LarsonEllen PageNina Dobrev, entre várias outras.

 

Gabryelle Bittner, 22 anos, formanda em Psicologia e viciada no mundo de filmes e séries. É uma das idealizadoras do projeto Ladie's Room.

Um comentário sobre “Mulheres de Hollywood mostram plano de ação contra assédio

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.