Demi Lovato está mais honesta que nunca em seu novo documentário

DEMI

No documentário Demi Lovato: Simply Complicated, Demi Lovato entra em detalhes sobre suas lutas, toxicodependência e distúrbios alimentares.

O documentário foi publicado no YouTube, no dia 17 de Outubro, e inclui participações de Nick e Joe Jonas, que estiveram ao lado de Demi durante a turnê de Camp Rock 2 – quando a cantora agrediu uma dançarina e decidiram intervir, aconselhando que Demi fosse para a reabilitação.

Logo no começo do documentário já é possível notar a intensidade que vem pela frente quando ela confessa “Eu tive uma crise de ansiedade por causa dessa entrevista, porque da última vez que dei uma entrevista tão longa eu estava sob o efeito de cocaína.” E muitas outras frases marcantes seguem esta.

Ela fala sobre sua relação com o pai biológico, e outra passagem marcante é: “Eu acho que sempre procurei o que ele achou nas drogas e no álcool porque isso o satisfez e ele escolheu isso à família.”

Demi Lovato entra em detalhes sobre a briga com sua dançarina e admite que estava sob efeito de Adderall (mistura de sais e anfetamina, que sem controle médico pode ser altamente perigosa). “Convidei um monte de gente para jantar, minha banda e dançarinas. Eu paguei pelas bebidas, alguém arranjou maconha. Eu estava sob efeito de Adderall, e nós destruímos o hotel. O hotel estava nos ameaçando, eles perguntaram para algumas das dançarinas o que tinha acontecido, e eu acho que elas me denunciaram por estar usando Adderall. Alguém contou para Kevin Jonas Sênior, Phil (seu empresário), e meu pai. Eu fiquei muito chateada, eu não conseguia acreditar no que tinha acontecido. Agora todo mundo sabia sobre as drogas.” E então ela explica como manipulou Kevin Jonas Sênior para contar quem havia a denunciado e, quando ficou sabendo que foi Shorty, uma das dançarinas que ela considerava amiga, a única coisa que pensou foi “Eu vou bater nessa v****.” Entrou no avião, a socou e sentou em seu lugar, dormindo em seguida. Foi após esse episódio que foi internada em uma clínica de reabilitação e aprendeu sobre seus problemas. Demi explica que quando foi diagnosticada com bipolaridade entendeu o motivo de ficar acordada até tarde compondo e tocando, entendeu o que eram episódios de mania da bipolaridade, e que ela soube que não era culpa dela, que algo estava errado.

Em 2012 foi publicado um documentário chamado “Stay Strong” onde ela contava sobre o tempo que passou na reabilitação e, aos olhos de todos, Demi estava bem, mas o “Simply Complicated” mostra toda a verdade. Quando saiu da reabilitação ela estava bem, mas seu empresário disse que conforme os dias passavam seu brilho diminuía. Demi entrou em sua pior fase na época. Abusando de cocaína, bebidas e lutando com problemas decorrentes do distúrbio alimentar, enquanto todos achavam que ela estava melhor e se recuperando, ela estava vivendo a fase mais obscura de sua vida.

O documentário tem uma hora e 18 minutos que passam voando conforme você se vê imerso na história de Demi.  Na sua honestidade, a forma com que ela toma responsabilidade pelas coisas que aconteceram e sua vontade de lutar e ser melhor a cada dia.

 

 

 

 

 

 

 

Thayssa Bittner, 23 anos, formanda em Tradução e Interpretação e viciada no mundo pop. É uma das idealizadoras do projeto Ladies' Room.

Deixe uma resposta

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.